Portal do Governo Brasileiro
Menu

8º Encontro com Imagens e Filosofia e 1º Colóquio Universidade e Escola sem muros

 
 
 

Segundo as análises relatadas neste livro, o PISA, tal como ele se apresenta e tal como difunde e comenta os resultados que alcança, tem pouca utilidade científica e não tem nenhuma utilidade didática, na medida em que, repisando os clichês pedagógicos tradicionais e os discursos da evidência, ele, de fato, fecha a porta a qualquer debate científico real e a qualquer reflexão séria sobre os dispositivos didáticos que conviria implementar para aumentar a eficiência do ensino.

Portanto, para a questão que se apresenta no título dado pelos autores ao seu trabalho, cumpre responder com um não e com um sim. Não, nos planos estritamente didático e científico, o PISA não é sério e não pode, então, ser considerado como tal. Mas sim no sentido de que esse empreendimento tem severas consequências sociopolíticas, que devem ser levadas a sério e que exigem este sério trabalho de contestação e de resistência para o qual nos convida o notável livro de Bertrand Daunay e Daniel Bart. (Jean-Paul Bronckart)

SOBRE OS AUTORES:

Bertrand Daunay é doutor em Ciências da Educação (Universidade de Lille). Especialista em didática da língua e da literatura francesas, foi presidente da Associação Internacional para a Pesquisa em Didática do Francês (AIRDF). Atualmente, desenvolve pesquisas que o conduzem a questionar os fundamentos epistemológicos e metodológicos da Didática.

Daniel Bart é doutor em Ciências da Educação (Universidade de Lille). Dedica suas pesquisas à análise das práticas de avaliação (institucionais e profissionais) do mundo escolar e universitário, especialmente no campo da escrita acadêmica, apoiando-se particularmente nos fundamentos das pesquisas em Didática sobre a avaliação.

Ambos são professores-pesquisadores em Ciências da Educação e membros da equipe de pesquisas didáticas do Laboratório Théodile-CIREL da Universidade de Lille. Nos últimos anos, eles vêm trabalhando de forma colaborativa em uma discussão teórica sobre o PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estu-dantes), especialmente propondo uma análise crítica do letramento em leitura e do tratamento de textos literários nesse programa. Possuem diversas publicações abordando essa temática, dentre elas Les Blagues à PISA, Le discours sur l'école d'une institution internationale.

 

 

Voltar ao topo